Palestra com a Lia Camargo (JustLia) e Claudinha Stoco no Mackenzie

2 out

Vamos para mais um post polêmico aqui no HUGG? Sugiro que vocês peguem um bom chocolatinho porque hoje o post será azedo.

Hoje rolou uma palestra na minha faculdade (beijos mackenzistas) com várias blogueiras famosas como a Lia Camargo, a Claudinha Stoco, Bruna Vieira, Alyce Takai, Paula Bastos entre outras.

A palestra falava sobre como fazer sucesso com blogs de modas (o que a maioria das meninas falava que era vendendo seu espaço para publicidade, fazendo as meninas desejarem ter o estilo de vida que você tem e outras baboseiras do tipo). A única blogueira que não falou bobagem foi a Paula Bastos que deu uma das dicas mais sinceras da bloguesfera: faça tudo por amor, escreva sobre aquilo que te faz feliz, só entre nesse jogo se você adorar trabalhar com isso. Não trabalhe por dinheiro, nem por fama, nem por interesses pessoais. Seja sincera com seus leitores.

Faça um blog de moda, maquiagem, beleza porque você GOSTA disso, não porque você quer ganhar jabázinhos e o escambau.

Não vou mencionar o nome de quem comentou o que na palestra, porque rolou muita, mas MUITA merda. Desculpa as leitoras que gostam de blogs look do dia, mas são os que mais me dão arrepio. Não possuem função nenhuma de informar, divertir e ensinar as leitoras, não buscam conversar de verdade com o público.

Por exemplo, uma das blogueiras da bancada comentou várias vezes assim: “Vocês precisam instigar o desejo nas leitoras, faze-las comprar tudo que você tem, fazer com que elas queiram ser como vocês. A chave do sucesso está no desejo, vocês precisam faze-las comprar”.

Bitch pleaaaaaaase…

Não vou comentar positivamente das blogueiras, porque não são o tipo de blogs que indico para minhas leitoras. Falo mesmo HAHAHAHA

Para as leitoras que me conhecem melhor, sabem que não levo desaforo para casa e não perco chance de falar umas verdades. Logo que pude levantei meu braço e esperei minha vez de bater um papinho com todas.

Qual foi minha pergunta?

” Olha, sou maquiadora, estudo jornalismo aqui no Mackenzie, sou blogueira como vocês. Meu blog tem mais de vinte mil acessos por mês, conheço as regras do jogo como vocês. Gostaria de perguntar o que vocês acham do sucesso de blog como a Shame On You, blogs que são a contracultura do boom de sites fúteis sobre moda e beleza. Par aprovar isso é só visitar qualquer site de estatísticas que podemos ver que a Shame vence até uma Julia Petit em visitas. Vocês acham que a Shame surgiu como um movimento de contraculta à futilidade, aos jabás não disfarçados, à venda de opinião e a perda de personalidade. Vocês não acham que estão no caminho errado, não?”.

Pânico instalado no auditório. Trocentas blogueiras com cara de congelamento da Avenida Brasil. Vários alunos discutindo a pergunta que quiseram fazer.

E assim se faz jornalismo baby. Nunca tenham medo de perguntar o indiscreto só porque a pessoa é famosinha. Nunca tenham medo de ousar, nunca tenham medo de falar o que pensam.

Para quem não entendeu o que é a Shame On You, visitem o blog por cinco minutos e entenderão o que é o movimento

Quem respondeu a pergunta alguns segundos após o choque foi a Claudinha Stoco. A resposta dela foi algo do tipo, “ah temos que escrever para o público que gosta da gente né? Porque não podemos espalhar energias negativas, só as positivas. Por exemplo você está usando maquiagem escura hoje, com certeza terão mais leitoras na internet que adoram maquiagem escura. Então terão pessoas como você lendo seu blog. É importante fazer o sue blog com ética…”.

Oi? Não entendi sua resposta, mas finjo que entendi 🙂

Não preciso me estender muito neste post. Vocês conhecem minha visão crítica contra a futilidade nos blogs. Passo dias virada, pesquiso até não poder mais, maquio até minha tendinite atacar e não me canso de tentar melhorar o blog.

Sabe aquela sensação de desapontamento quando a gente vê um colega que não se esforça nada e consegue tirar nota enquanto você rala a vida para subir? Muitas vezes me sinto assim.

Vejo pessoas que vendem a opinião em troca de status, em troca de algumas roupas e maquiagens e conseguem mais sucesso com posts publieditoriais não identificados e conteúdo ruim.

Só que sabe o que me anima de continuar fazendo o que faço? Amo o HUGG, adoro lidar com todo mundo que passa por aqui, adoro jornalismo e não vivo sem maquiagem e beleza.

Jamais largaria isso, nem com a pior das concorrências.

E por fim, uma das frases que mais me irritou na palestra: “Ai genteeeeem mas moda é fútil mesmo, vamos falar a verdade”.

Não, a moda não é fútil. São os jornalistas ruins e os blogueiros sem capacidade que a tornam fútil. Moda é arte, é cultura, simboliza a evolução do ser humano durante toda a história. A cultura é uma das almas da nossa sociedade.

Você pode estudar toda uma sociedade pela moda dela, pela forma de se vestir. Nossas relações sociais também são baseadas em moda.

Repito, moda não é futilidade, são pessoas sem conteúdo que passam esse senso comum para frente.

Chega de críticas por hoje né? Tenham uma boa semana amores, e tenho mais informações sobre palestra amanhã e acredito que a de amanhã será beeeeeem melhor. Por que o Mackenzie não trouxe uma Paola Gavazzi ou uma Cinthia Ferreira para fazerem uma palestra de verdade?

Beijos

Nathy

Anúncios

20 Respostas to “Palestra com a Lia Camargo (JustLia) e Claudinha Stoco no Mackenzie”

  1. Jaqueline Curti 3 de outubro de 2012 às 00:09 #

    Nathy, acompanho seu blog sempre que você posta no facebook as novidades e acho um blog bem bacana, que me prende a atenção. E isso porque eu vejo o quanto você gosta do que faz e o quanto parece se esforçar pra tornar tudo mais simplificado, mas cheio de qualidade para as leitoras. Não é preciso instigar ninguém a desejar ser igual a alguém. Quando a pessoa faz o que quer, de coração, com amor e esforço, o reconhecimento e o desejo de ser feliz como essa pessoa é aparece espontaneamente. Só lamento por pessoas que tenham um pensamento tão mesquinho como esse. Seu blog arraaaasa, menina! Continue assim que é só sucesso. Kisses.

    • Nathy Farias 3 de outubro de 2012 às 01:05 #

      Jaque, fiquei tão feliz, mas tão feliz com o seu comentário. Juro que foi um dos mais legais que li por aqui e com certeza você pegou bastante a alma do HUGG.
      Faço tudo isso porque amo, o esforço vale a pena porque sinto prazer de fazer isso e adoro ver que outras meninas começam a se interessar por maquiagem, por moda e beleza, mas de uma forma saudável, sem ser nada fútil. Gosto de meninas que passam mais tempo em frente do espelho pra se acharem mais bonitas e não porque precisam ficar mais sexy pros outros. Todas nós temos um pingo de insegurança por dentro, mas importante é saber lidar com isso, né?
      Blogueiras assim têm os dias contados amore, porque quando a gente faz uma coisa por obrigação ou apenas por dinheiro, uma hora a gente abandona.

      Brigada por todo carinho viu? É por comentários assim, por leitoras como você que continuo escrevendo. Minha empolgação não para dessa maneira! 🙂

      Beijão

      • Jaqueline Curti 4 de outubro de 2012 às 02:46 #

        Sabe, é difícil um blog prender a minha atenção, o que dirá a minha fidelidade de sempre estar acessando. Prezo pela praticidade, pela descontração, pela forma que a pessoa escreve; do jeito dela, mas mesmo assim, de forma acessível. Uma das coisas que mais me chamou a atenção é que o seu blog tem de tudo: desde tendencias de moda, desabafos, coisas da sua vida, maquiagens mais caras e as mais baratas. Principalmente no quesito produtos de maquiagem, pele. Não é algo que eu leio e penso “putz, nunca vou ter isso”. Sempre que eu vejo que você postou sobre dicas ou mesmo maquiagens, eu sei que vou ter acesso. E isso é muito bacana, sabe? Do que adianta falar de marcas caríssimas sendo que o publico, no brasil, a maioria tem acesso a vult, avon e afins? Vejo fotos, vídeos de graaandes maquiadoras, como a makeupbytiffanyd e a michellephan e acho legal, mas.. daí eu caio na real e sei que nunca vai ficar igual, já que eu nao sei quando e se terei os mesmos produtos. Daí, eu entro no seu blog e você dando dicas ótimas e simples, usando produtos da avon, maybelline.. chooooooooro de felicidade hahahaha Então, Nathy, pleeeease, continue assim. Desejo todo sucesso do mundo pra você (e penso que só crescerá) e que quando você estiver lá no ápice da sua carreira, não esqueça de manter o perfil do blog da mesma forma de quando você o fez. É inovador, simples, cheio de qualidade e personalidade. Kisseees!

      • Nathy Farias 5 de outubro de 2012 às 00:21 #

        Desculpa demora pra responder amore, correria das brabas por aqui
        eu não tenho formas de agradecer aos seus elogios, ao seu comentário super fofo. Juro que fiquei encantada quando li porque toda a imagem que luto pro blog ter, você disse que é exatamente o que te cativa.

        Gosto de falar de tudo um pouco, mostrar da maquiagem cara até a mais baratinha porque sei que meu público vai querer ver de tudo um pouco. E prexo pela sinceridade, vou falar se o produto é bom ou não, sendo da marca que for.

        E sempre falo, maquiagem não é só produtos lindos e maravilhosos. É técnica.

        Com técnica, trucões se faz tudo, se faz um make bonito até com aqueles produtos bem fraquinhos.
        Adoro a Michelle Phan, a Tiffany, o que acho mais bacana delas é a inspiração, é mostrar que todas garotas podem fazer maquiagens lindas, podem explorar mais e mais sua beleza. Nem levo tanto em conta os produtos, alguns sei que são ótimos e um dia compro, outros nem cabem no meu bolso. Mas o importante é absorver mesmo as informações de gurus assim e conseguir reprodzir em casa com o kit que temos.

        E adoro dar dicas com produtinhos populares, pra que todo mundo se sinta mais à vontade, que tenha mais vontade de acordar 10 minutos mais cedo e passar um blush e rímel.

        O blog só tá crescendo e é tudo graças ao público que tenho, ao carinho e incentivo que recebo. Meu público me impulsiona demais, meus amigos, meu namorado. Tenho sorte de ter tantas pessoas carinhosas ao meu lado que tentam sempre empurrar o blog pra frente. E tento ao máximo retribuir esse afeto nos posts

        E pode ficar tranquila que nunca vai mudar esse jeitinho do blog, porque ele é bem meu, é minha personalidade, então nem tem como. É muito natural.

        Obrigada por todo carinho, por todos elogios. Até agora não sei direito como expressar minha felicidade com seus comentários.

        Beijão Jaque!

  2. Júlia Daher 3 de outubro de 2012 às 10:34 #

    Infelizmente, ainda temos que conviver com esse tipo de pensamento, coisa de pessoas pequenas e mesquinhas que não fazem nada além de olhar pro próprio umbigo. Que querem se dar bem, que querem crescer e as vezes usam de caminhos mais curtos para isso. Mas levanta a cabeça e se joga no batom vermelho que o seu blog é sucesso puro, é como casa de vó, a gente sempre fica a vontade!! Por que onde tem amor e verdade as realizações enaltece a alma e aí é pra valer, é coisa séria e boa. Afinal nada que é aparência faz bem de verdade!
    Sucesso Nathy, VOCÊ merece 😉

    • Nathy Farias 3 de outubro de 2012 às 17:18 #

      O importante de tudo é aprender a tirar a energia positiva de tudo e usar experiências não tão boas como exemplo pra gente sempre melhorar. O blog me ensina todos os dias e nunca vou deixar de aprender com os leitores, com a internet.
      E a forma mais gostosa de vencer na vida é através do talento ou do esforço. E não me sinto mal por varar várias noites, estudar feito uma louca. Sei que todo meu esforço será e é recomensado. Que o tipo de admiração que consegui dos leitores do blog é extremamente sincera e me sinto feliz por poder conversar com o público. Amo o que faço e quero deixar bem claro para os leitores que tudo que fizermos na vida deve ser feito com amor para o resultado ser bacana.
      Passa o batom vermelhão, faz carão de rhyca e se joga né Ju?
      Sucesso pra você também amore, você sabe que torço muito pela sua carreira 🙂

  3. Lia Camargo 3 de outubro de 2012 às 12:37 #

    Oi Nathy! Que pena que no geral você achou a conversa negativa. Também não entendi se alguma parte do texto você descreveu pensando em algo que eu tenha falado, pq eu realmente não me identifiquei em nenhuma das falas destacadas.
    Quando você critica o look do dia, esquece de tentar entender a coisa num contexto maior. Hoje o segundo maior blog feminino do Brasil é de looks do dia. Isso quer dizer algumas coisas…. Pode ser fútil no sentido de prestação de serviço, mas representa o meio termo entre vida real e ensaio de revista. Representa um “ei leitora, você pode se vestir melhor e com isso ser mais feliz na sua vida”.
    Não acho que moda é futilidade e não concordei quando alguém disse isso na mesa. Acho que moda é expressão pessoal, é arte e mais do que isso, é uma ferramenta de bem estar. Não faria um blog sobre algo que acho fútil e acho que quem falou isso, falou sem pensar.

    Respondendo à sua pergunta, que não respondi na mesa pq outras pessoas o fizeram… O que a Shame fez, muitas pessoas já fizeram. A diferença é q ela soube levar uma coisa por um ano no anonimato, e isso lhe deu força. Honestamente? Ela podia ter feito a coisa de forma séria e crítica, mas deixou birras pessoais tomarem conta, perdendo a razão. Eu entro lá e vejo pessoas que nao estão criticando venda de publi não identificado. Estão dizendo que a blogueira tem uma cara horrorosa, que foi largada pelo marido, que é burra e analfabeta e diversas outras ofensas que configuram crimes contra honra.

    Mais do que acessos, ela conseguiu contaminar a internet p/mulheres de forma ruim. Ela deixou leitoras paranoicas, ela mostrou que você pode ser anônimo pra xingar que não será punido.

    E por mais que tenha lhe parecido boba a historia de espalhar energia positiva que a Claudinha falou, eu acredito muito nisso. Continuo firme e forte fazendo meu blog com muito amor, ganhando cada vez mais dinheiro, atraindo cada vez mais pessoas queridas pra perto de mim. Continue com sua dedicação, encontre os pontos onde você é melhor que suas concorrentes e se destaque. Construa relacionamentos, pois o ~QI~ existe em todo lugar, e não ia ser diferente nesse mundo blogueiro. Boa sorte, beijo!

    • Nathy Farias 3 de outubro de 2012 às 18:11 #

      Oi Lia, tudo bom?
      Primeiramente, muuuito obrigada por ter aparecido por aqui para comentar. É importante seu direito de resposta e que você mostre sua opinião direta para os leitores. Atitude bacana a sua.
      Não achei negativa, nada nessa vida é negativo, de tudo podemos tirar bons exemplos e boas lições. Ouvi bons conselhos e aprendi tanto com o lado ruim de alguns comentários como o lado bom. Como num blog, aprendemos todos os dias, com as más experiências, tanto com as boas (você sabe disso tanto quanto eu).

      O look do dia não é algo fútil a partir do momento que é só usado como apenas uma inspiração estilística. Essa pegada é muito comum em blogs de moda europeus, lá eles fotografam para inspirar as garotas a terem mais ideias para aproveitar as roupas que possuem no armário. Isso existe no Brasil? Existe, lógico. Da mesma forma que temos blogs de look do dia super comuns, temos blogs que inspiram as garotas e garotos a explorarem melhor seu guarda roupa. Ainda estimulam e ensinam aos leitores criarem um olhar mais crítico da moda (que está faltando ultimamente no mercado de jornalismo).

      O segundo blog de moda com mais acessos no Brasil é de look do dia porque essa é uma tendência forte nos últimos anos na bloguesfera, porque o mercado de moda no Brasil cresce cada dia mais, o jornalismo de moda carece de boas análises e muitas pessoas buscam informações em blogs como estes. É natural ser um blog assim, porque é o perfil da brasileira, adoramos ver o que outras pessoas indicam, o que outras meninas acham sobre uma roupa, um produto. Teve um estudo recente (não lembro de cabeça qual era a organização), que mostrava que as mulheres da América Latina são as que mais pesquisam na internet e em blogs antes de comprar. Isso prova que acessamos blogs look do dia não somente por qualidade, mas porque buscamos opiniões antes de comprar algum produto. Algumas pessoas possuem tanta credibilidade que conseguem fazer leitoras comprarem a tal marca, mas falando sinceramente, porque gostaram mesmo do produto. Isso já é uma forma de prestação de serviço.

      Da mesma maneira que um blog que fala “po tal marca não está agindo de forma tão legal, as roupas estão assim, assado”, também é uma prestação de serviço. Dá para ser um blog look do dia com prestação de serviço, com crítica inteligente de moda e com informação das boas. Blog look do dia não é fútil por si só, mas muitas pessoas o tornam, esse é o ponto da minha crítica.

      Mas não vou me alongar o que um blog look do dia deve fazer ou não. Cada garota escolhe a cara que quer dar ao blog e fim. Se a gente não gostou, passa reto e deixa.

      E no momento que falaram que moda é fútil, percebi que você fez aquela carinha de “só que não gente”. Concordamos nesse ponto, então bola pra frente. Bom ouvir ainda de blogueiras grandes que não acreditam que moda é só futilidade e compras.

      Não concordo plenamente com a Shame, costumo dizer que sou no muro. Acho bacana muitas denúncias que ela faz, mas muitos posts acho desnecessário (tipo zoar da gordinha que ~não se veste bem). Mas não vou questionar que ela abriu os olhos de muita gente para a qualidade que os blogs de moda e beleza estavam chegando.
      Não acho que foi ela que espalhou o ódio anônimo na internet, você como webdesigner e blogueira das antigas sabe que uma das características mais fortes da internet são essas manifestações anônimas, no muy amigas. Isso existia antes do boom de blogs de moda, antes da Shame, antes do boom dos blogs de humor. E sempre existirá.

      Isso não foi ela que criou. Quando leio posts em outros blogs, sempre dou uma olhada nos comentários. É natural, comentários agressivos existem tanto no Facebook, quanto no Twitter, quanto em sites de jornais, em blogs, em vídeos no Youtube e por ai vai. Mas é sempre bom analisar os comentários, eles podem mostrar algum descontentamento forte por parte do público, algum erro que estamos cometendo.
      Sempre presto atenção nos leitores que comentam meu blog, até os que criticam fortemente. Eles possuem algum motivo para se revoltarem e merecem tanta atenção quanto alguém que elogiou.

      Não acho boba a história da Claudinha de espalhar boas energias. Achei fora do contexto só.
      “Como assim fora do contexto Nathália?”. Fora do contexto porque ela deveria responder sobre o processo de contracultura, sobre a resposta de milhares de leitoras e leitores do ramo. O fenômeno Shame On You deve ser estudado tanto por blogueiros que a amam, quanto aos blogueiros que a odeiam. Ela só mostrou que estamos seguindo um caminho que não está muito legal, que já está desgastado.

      Acredito tanto em energias positivas que uma das coisas que mais comento no blog é “beleza é auto estima”. Acredito que energia positiva ajuda em muito na nossa vida e sempre tento passar bom humor para os leitores. Eles merecem o melhor de mim.
      E crítica construtiva nunca será energia negativa. Lembra quando seus pais deram alguma bronca em você e você achou que eles cismaram contigo, ou que eles não te entendiam. Eles te deram a bronca porque te amam e querem seu melhor. Isso é uma forma de energia positiva.

      Gosto de trabalhar no blog com o máximo de sinceridade que consigo, passando amor e criatividade para frente. Os relacionamentos se constroem naturalmente e os nossos talentos se destacam facilmente quando fazemos aquilo que amamos simplesmente porque queremos.

      Desejo toda sorte do mundo pra você também. Beijos

  4. Catarina Nogueira 4 de outubro de 2012 às 17:12 #

    Ahhh que bom, você como futura jornalista perguntou o que o povo quer saber, as vezes me sinto como vc descreveu, me esforçando ao máximo para levar a verdade dos produtos enquanto muitos vendem sua opinião.
    É uma pena o que muitas blogueiras fazem com seus leitores, e também não entendo o porque de tanta piração em alguns blogs, algumas que começaram a se maquiar com Vult (não desmerecendo) e agora só usam Chanel e Dior, expondo uma riquesa que definitivamente NÃO existe.
    Gostava muito de um blog (não citarei) que mostrava produtos nacionais, védeos caseiros, a blogueira sempre carinhosa, até que veio os 15 minutos de fama, o blog da dita cuja se resume a produtos enviados por lojas, sempre maravilhosos segundo a pessoa, looks do dia com roupas de lojas parceiras e instagram com sua rotina em gravações. Agora em seus comentários a mesma só responde as pobres leitoras “obrigada querida” sem 1 pingo de interação.
    Pra mim isso aqui é uma troca de experiÊncia, se for pra ter apenas publipost seria melhor chamar de loja virtual ao invés de BLOG, um trabalho sério.Fico chocada quando á eventos de algumas marcas, são sempre as mesmas blogueiras, agora estão na moda trazerem pousadas e hotéis, isso mesmo, os locais fornecem a estadia em troca de uma boa propaganda, ai fica fácil né. O bom é ter gente de verdade blogando, como vc. O resto pra mim é só politicol da vaidade.
    Fico impressionada como que isso influencia na cabeça do leitor, que muitas das vezes ganha um pequeno salário e corre pra comprar DIOR em 12 vezes para estar na moda.
    Adorei o post, vc arrasa beeeeee…
    Bjos amore

    • Nathy Farias 5 de outubro de 2012 às 00:06 #

      Ih Catarina, jornalista é o bicho mais chato que tem na face da Terra HAHAHA A gente pega no pé de todo mundo, mas faz parte da profissão, temos que ser críticos o tempo todo.

      E não tinha como eu ficar em silêncio se vai totalmente contra o que acredito, o que faço. E não vou discutir, cada um sabe a melhor forma de levar a vida né?

      Isso que você falou, de blog que passa de Vult pra Dior, uma chatice mesmo. Poxa sejamos sinceras né? Algumas vezes mostro produtos super baratinhos e outros caros, mas é natural, quero mostrar de tudo um pouco. E não importa a marca, se não gostar falo mesmo.

      E uma coisa que sempre me deixa super triste é isso de blogueiras gente boa que acabam ficando entojadas quando o sucesso sobe à cabeça. Eu seguia várias que com o tempo fui notando que caiu a qualidade, que o blog se tornou mais um diário de “como sou linda” do que um bate papo bacana. O importante é que a gente pegue isso de exemplo e não cometa os mesmos erros com nossos blogs!

      Exatamente o que você falou, se é pra ter um blog, se esforce, dê o melhor de si, mas não fique vendendo espaço só pra publicidade. Nada contra publicidade, adoro publicitários, mas pô, ninguém é obrigado a ficar lendo a cada 5 minutos um publipost num blog que gosta.

      Eu não sabia MESMO que agora até estão oferecendo hospedagem em troca de espaço de propaganda. Tá chegando a um absurdo extremo, sério mesmo. Já não era bacana os jabázões não sinalizados, agora até isso. Trabalhar ninguém quer?
      Juro, fiquei indignada quando li seu comentário.

      Fico triste que ainda existe muitas leitoras entrando na onda perfeita de vida de blogueira. Cruz credo se alguém quiser me copiar, mando na hora a pessoa ir buscar um pai de santo e ir se benzer. E eu vou junto. Credo né, acho tão estranho quando o pessoal quer atrair inveja pra si mesmo

      Brigadão pelos elogios e podeixa que sempre rolarão posts assim por aqui. Sempre que puder né?

      Beijão amore

      • Catarina Nogueira 5 de outubro de 2012 às 18:05 #

        De verdade eu gostei muito do Blog da Shame, ela coloca a realidade, e isso abriu os olhos das pessoas, é notório que determinados blogs fazem a cabeça de muita gente, sou assistente social, e tenho conhecimento para afirmar o que digo, atendo pessoas com baixíssima renda e que querem adquirir produtos caríssimos achando que farão milagre, e sabemos que não é beeem por ai. Tem coisas nos blogs que é golpe baixo, sabemos que pessoas como Isis Valverde não usa Seda, tão pouco Luiza Brunet usa Renew, mais isso é evidente. Acho covardia pessoas “comuns” dizerem que não vivem sem a base da Lancôme ou Dior, uma vez que foram ganhadas e não compradas, com a justificativa de ser dica de amiga. Sem contar que as mais famosinhas destratam as leitoras, digo isso porque já fui cega, e achava que algumas eram simples e amigas, até perceber a grosseiria nos comentários.
        Como você disse, podemos mostrar produtos baratos ou caros, mas falando a verdade sobre eles, até porque isso ajuda muitas pessoas que estão em dúvida sobre comprar ou não. Mas fazer propaganda positiva em troca de jabá é falta de vergonha na cara e preguiça de estudar…kkkk
        Beijos amoreee

      • Nathy Farias 6 de outubro de 2012 às 01:27 #

        Nossa não tem nem como discutir que acabou mudando muito as regras do jogo depois que a Shame surgiu. Por exemplo esse lance do Conar começar a pegar os blogs que tão fazendo propaganda velada ou incentivo ao consumo de bebida alcoólica (juro que teve um desses). Isso foi uma coisa bacana, a gente precisava de alguém que abrisse os olhos.

        E foi bem o que você disse, na sua área você sente que rola isso. Muitas vezes vejo amigas minhas ou clientes que acham que se não tiverem determinado produto super caro que leram por ai, nossa o mundo vai acabar. Bobagem sabe, a vida não é aquele blush da M.A.C ou aquela base da Dior. Tem coisa mais importante do que isso.

        Eu comentei lá embaixo, eu jamais conseguiria mudar meu jeito. O HUGG é uma extensão da minha personalidade, tanto que eu não sou pura meiguice. Quando não gosto, não gosto e fim. Não vou mudar pra agradar ninguém e a fama não sobe a cabeça.

        Se a gente ganha um jabá, mas fala ó ganhei da assessoria e é sincera a resenha, tudo bem sabe. Blogueiro e jornalista de revista de moda ganha quilos de coisas, mas nem por isso precisam vender a opinião. Pelo contrário, quanto mais sincero você for, mais os clientes e leitores acreditam.
        Só ver o exemplo da Marina do 2Beauty. Ela ganha coisas e tudo mais, mas ela é transparente na resenha

        E o legal é mostrar de tudo um pouco, não só o caro e o barato, mas o que serve pra um nicho, o que funciona para mulheres mais velhas e por ai vai

        Beijãao amore

  5. Raema 5 de outubro de 2012 às 22:16 #

    Não te conhecia, já te amo!

    • Nathy Farias 5 de outubro de 2012 às 23:58 #

      HAHAHAHA Seja bem vinda ao mundo louco do HUGG. E fico lisonjeada pelo seu amor à primeira vista assim hahaha
      Beijos linda, volte sempre

  6. Bárbara 5 de outubro de 2012 às 23:00 #

    Nathy, é a primeira vez que entro no seu blog e já vejo esse post. O que posso dizer? Amei, disse tudo o que eu penso. Gostei bastante do blog Grandes Mulheres, irei me tornar leitora assidua.
    Você ganhou mais uma leitora fiel. Bjos

    • Nathy Farias 6 de outubro de 2012 às 01:16 #

      Obrigada pelo comentário, fiquei super feliz que tem gente que pensa como eu, que tem mais meninas por ai que estão sendo críticas.
      Fico muito contente de ter uma leitora como você por aqui, sério 🙂 Grande beijo linda

  7. erika 13 de outubro de 2012 às 21:51 #

    Oiii, Nathy! *-* Dei uma sumida e voltei p/ acompanhar seus posts e já dou de cara com um legal como este! 😀 Vc mandou muito bem, arrasou mais uma vez, SE DESTACOU! hahahaha ;x ABAFA~! Vc é maravilhosa, Nathy! Sou sua fã, espero que saiba disso! ^^ Saiba também que o sucesso que vc tem agora é só um pequeno começo, porque vc tem tudo para ir mais longe, com certeza! Vc disse que sempre tira algo de bom das críticas e tal (está de parabéns por isso!), mas q tem muita gente com uma pontinha de inveja, isso tem… Deixa esse povo sentir dor de cotovelo… xD Grande b*jo!

    • Nathy Farias 14 de outubro de 2012 às 02:04 #

      Oiii minha linda, senti sua falta! Mas o bom filho torna a casa 🙂 HAHAHAHA Foi sensacional a chance que eu tive de por uma crítica real naquilo tudo, de por outras meninas pra pensarem se o que vemos nos blogs de moda e beleza é o certo mesmo? Eu fui na palestra sabendo que ia chegar pra abalar as bases HAHAHAH Na hora até bateu medinho, mas a vontade de falar o que penso falou mais alto
      Você é uma linda que me enche de elogios hahaha daqui a pouco vou ficar mimada 😀
      O sucesso que tenho é só o começo mesmo, porque ainda vou estudar muito e trabalhar muito pra crescer na vida. E sempre farei isso ao lado da minha família, amigos e fãs do blog, porque vocês me ensinam todos os dias e as críticas sempre serão bem vindas. Por mais que às vezes a gente não goste de ouvi-las, é necessário pro nosso crescimento.

      Beijoos minha linda!

  8. Ludmila Horta de Miranda 8 de janeiro de 2013 às 13:47 #

    Nathy… a pior coisa foi ter conhecido o seu blog há 3 dias….COMO NÃO TINHA TE ACHADO ANTES, GAROTA????
    Colega de deus…quando vi q todo esse conteúdo q vc coloca aki foi escrito por uma menina de 19 anos…fiquei ainda mais surpresa….
    adorei este post em especial… a coisa tá mudando… saiu na época q blogueiros ganham até 80 mil por mês em publi….as pessoas tão começando a perceber q nem tudo q é divulgado em blogs é por preferencia de verdade..na maioria é jabá dos grossos!!!
    amei de paixão, principalmente pq o seu blog (assim como a musa Paola Gavazzi) não tem afetamentos, não passa mensagens do tipo: “olha, eu só consigo fazer tudo q faço pq uso as coisas da marca X, pincel da marca Y”….e por aí vai….tanto o seu blog quanto o da Paola passam a mensagem contrária: “olha, se vc tem talento e criatividade, se vira com o que tem q vai ficar tão bom ou melhor!!!”
    isso faz toda a diferença…
    não, não sou maquiadora, sou dentista, amo maquiagem, e vejo blogs todos os dias…mas acabei de tirar vários blogs da minha barra de favoritos e deixando o seu!!
    beijo grande, continue com o trabalho excelente q vc faz e com sua personalidade!!

    • Nathy Farias 8 de janeiro de 2013 às 18:21 #

      Ludimila você não tem noção de como o seu comentário me emocionou muito, muito mesmo.
      Acredita que comecei o blog com 17 anos de idade?
      O grande problema dos blogueiros não é ganhar dinheiro com seus blogs, porque afinal se você está fazendo um bom serviço, por que não ganhar bem por isso? O problema é que as pessoas confundiram a publicidade com a ética, esqueceram o comprometimento que devemos ter em relação ao público e acabou virando essa grande bagunça.
      Também amo o blog da Paola, adoro esse pensamento dela que podemos fazer boas maquiagens com o que temos, que conseguimos bons resultados mesmo sem todos os produtinhos glamurosos que vemos por ai. Lógico que um luxo desses é sempre bem vindo, mas não é tudo na vida.
      Adoro o pensamento da Paola, ela sempre será uma das minhas divas mor 🙂
      Eu fico muito, mas muito feliz que você goste desse mundo da maquiagem e que tenha se apaixonado pelo HUGG. Espero sempre poder te animar com os posts que escrevo e que você continua cada vez mais apaixonada por esse mundinho da beleza e da maquiagem.
      Gostei muito, muito mesmo do seu comentário 🙂
      Beijão grande, muito sucesso na sua carreira também 😀 Muito obrigada por todos os elogios, de coração

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: